Home

      “Aqui reside a parte mais importante da área produtiva de uma empresa de confecções, seja qual for o tamanho ou segmento. Se daqui não sair perfeito, provavelmente haverão grandes transtornos na preparação, montagem e acabamento das peças produzidas”.


       A Sala de Corte desempenha um papel importante e definitivo  no resultado final da quanto  qualidade do produto a ser confeccionado, para tanto ela deve ser equipada com maquinas, equipamentos e mão de obra especializada,  que atendam a demanda das necessidades do corte, quantitativamente e qualitativamente.

       Os processos de corte hoje envolvem conhecimento tecnológico desde diversos processos de têxteis, da constituição e composição dos tecidos e suas texturas, para que se determine quais os processos a serem, usados na preparação dos tecidos, e os métodos de enfestos e cortes a serem usados.

       O avanço tecnológico nos últimos anos, veio oferecer aos gestores de cortes, várias opções de mesas para as salas de cortes, equipamentos para enfestos e cortes, inclusive com a utilização de equipamentos eletrônicos de alta complexidade e de fácil manuseio, que ajudam a aumentar a produtividade da sala de corte, economizando tecidos e tempo na produção de cortes. Os sistemas informatizados de modelagens e encaixe de moldes (CAD’S) estão aí no mercado para facilitar a confecção de molde diretos na tela do computador e fazer encaixes com o mínimo possível de perdas ou sobras de tecidos. Vale ressaltar que hoje já não se admite mais, encaixes com aproveitamento inferior a 85% a não ser em caso excepcionais e muito bem justificados pela Gerência de Produtos.

image(4)

Enfestadeira eletrônica

       É recomendável que empresas que se iniciam no segmento de confecções, que num primeiro momento, optem pelo sistema de corte convencional, com enfesto e corte manuais. Para tanto é necessário contar com todos os equipamentos básicos para a execução dessa tarefa tais como: maquina de cortar a disco e faca; aparadores de enfestos, tesouras; réguas “T”; sargentos e réguas para marcação de enfestos,  papeis para forração de mesas, papeis para risco, papeis para separação  de tonalidades, etc. Iluminação e ventilação adequadas as necessidades do ambiente de trabalho

image(19)

Mesa de Corte Insuflada

         Mesas de corte devem ter o tampo de MDF revestido  com Fórmica ou produto similar, devem medir no mínimo 8 metros de comprimento, com uma altura de 90 cm e largura de acordo com o tecido utilizado. Com esta configuração, pode-se obter um encaixe mais otimizado com relativo ganho no aproveitamento. Em caso de risco manual é necessário que a sala de corte possua pelo menos três mesas de igual tamanho. Uma para a confecção do risco, outra para o enfesto e corte, e a terceira para a separação, formação de lotes e embalagem.

       Acima de três mil peças dia é recomendável a aquisição de um sistema CAD para a graduação  e encaixe dos moldes, junto com uma enfestadeira eletrônica e uma mesa insuflada (turbinas para a arrasto de enfesto).

      A partir de 5.000 peças dia de produção no corte, já se pode pensar em adquirir uma máquina de corte eletrônica. Nesse caso há que se repensar o espaço físico do corte, instalações elétricas e de ar comprimido, primordiais e imprescindíveis  para para o bom funcionamento desse novo equipamento.

      Uma das principais vantagens na aquisição de uma máquina de corte eletrônico, é a redução da mão de obra do corte, a ausência de erros no processo de corte, a velocidade de corte com que esse equipamento trabalha, de até 100 m  por minuto, muito embora seja recomendado num primeiro instante, o uso de velocidade máxima de 60 m\p\min.

O Brasil tem uma única empresa que produz esse equipamento, Audaces. As demais marcas são todas importadas.

     A aquisição de uma máquina de corte eletrônica implica na aquisição de outros equipamentos, sem os quais não se conseguirá obter a qualidade necessária de corte. Esses equipamentos são: Enfestadeira eletrônica com tração positiva e regulagem de liberação de tecidos com corte automático de folhas e enfestando par ou impar; Mesas com Insuflação para enfestos; Estabilização da Corrente elétrica através de um Estabilizador com Módulo isolador, trifásico de no mínimo 25 KVA, com aterramento próprio; Mesas de separação e de embalagem.

          Treinamento de operadores para a utilização desse equipamento, conhecimento de processos de enfesto e corte para cada tipo de tecido a ser cortado.

Maq.Refilar

Maq.Refilar

É recomendável que as partes de tecidos a serem entreteladas, sejam cortadas em bloco e posteriormente, refiladas na máquina de refilar.

          A Máquina de Entretelar ou Fusionadeira indicada por sua maior produtividade é a de esteira, que substitui as prensas termoelétricas com uma vantagem de 50% no aumento da produtividade.

Maq.Refilar

Maq.Refilar

         Finalmente não se pode esquecer da utilização de todos os EPI’S necessários as operações de corte tais como: Protetores Auriculares e Luvas de Malha de Aço para os operadores das máquinas que envolvem risco de acidentes com corte.


Milton Saraiva Mota, é Consultor de “chão de fábrica’ há 20 anos atuando em todo território nacional em todos os segmentos de confecções. Tel: 85 99186 2066 – What’sApp 

mmtec@hotmail.com   

Algumas Empresas atendidas pela M&M Assessoria Técnica para Confecções

Barra de empresas

 

4 pensamentos em “Sala de Corte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s