Home

O que é uma Incubadora de Empresas?

Uma incubadora de empresas é um mecanismo que estimula a criação e o desenvolvimento de micro e pequenas empresas (industriais, de prestação de serviços, de base tecnológica ou de manufaturas leves), oferecendo suporte técnico, gerencial e formação complementar do empreendedor. A incubadora também facilita e agiliza o processo de inovação tecnológica nas micro e pequenas empresas. Em geral, as incubadoras dispõem de um espaço físico especialmente construído ou adaptado para alojar temporariamente micro e pequenas empresas e oferece uma série de serviços, tais como cursos de capacitação gerencial, assessorias, consultorias, orientação na elaboração de projetos a instituições de fomento, serviços administrativos, acesso a informações etc.

Historia das Incubadoras no Brasil

No Brasil, as primeiras incubadoras surgiram a partir da década de 80, quando por iniciativa do então presidente do CNPq, Professor Lynaldo Cavalcanti, cinco fundações tecnológicas foram criadas: em Campina Grande (PB), Manaus (AM), São Carlos (SP), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC).

Após implantação da ParqTec – Fundação Parque de Alta Tecnologia de São Carlos, em dezembro de 1984 começou a funcionar a primeira incubadora de empresas no Brasil, a mais antiga da América Latina, com quatro empresas instaladas, sendo que nessa década quatro incubadoras foram constituídas no país, nas cidades de São Carlos (SP), Campina Grande (PB), Florianópolis (SC) e Rio de Janeiro.

Apesar da inauguração das primeiras incubadoras brasileiras, elas somente se consolidaram, como meio de incentivo para atividades e produção tecnológica, a partir da realização do Seminário Internacional de Parques tecnológicos, em 1987, no Rio de Janeiro. Nesse mesmo ano, surgia Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas (ANPROTEC), que passou a representar não só as incubadoras de empresas, mas todo e qualquer empreendimento que utilizasse o processo de incubação para gerar inovação no Brasil.

De acordo com pesquisa datada de 2007, existem no Brasil cerca de 400 incubadoras de empresas e 50 projetos de parques tecnológicos.

Definição

Uma incubadora de empresas, ou apenas incubadora, é um projeto ou uma empresa que tem como objetivo a criação ou o desenvolvimento de pequenas empresas ou microempresas, apoiando-as nas primeiras etapas de suas vidas.

Têm como objetivo abrigar empresas inovadoras buscando fornecer um ambiente propicio ao desenvolvimento da empresa, dando assessoria empresarial, contábil, financeira e jurídica, além de dividir entre as várias empresas ali instaladas os custos de recepção telefonista, água, esgoto, energia elétrica, acesso a internet etc. formando um ambiente em que essas empresas selecionadas têm maior potencial de crescimento.

Tipos de incubadoras

As incubadoras podem ser de três tipos, dependendo do tipo de empreendimento que abriga.

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica

É a incubadora que abriga empresas cujos produtos, processos ou serviços são gerados a partir de resultados de pesquisas aplicadas, nos quais a tecnologia representa alto valor agregado.

Incubadora de Empresas dos Setores Tradicionais

É a incubadora que abriga empresas ligadas aos setores tradicionais da economia, as quais detém tecnologia largamente difundida e queiram agregar valor aos seus produtos, processos ou serviços por meio de um incremento em seu nível tecnológico. Devem estar comprometidas com a absorção ou o desenvolvimento de novas tecnologias.

Incubadoras de Empresas Mistas

É a incubadora que abriga empresas dos dois tipos acima descritos.

Objetivos da incubadora

Mais da metade de todos os programas de incubação são compostos por projetos que atuam em vários segmentos. Ou seja, os incubados são de diferentes ramos da indústria. As incubadoras de tecnologia, no entanto, são responsáveis por boa parte dos programas: 39%.

A incubação de empresas tem um papel importante no ecossistema socioeconômico de uma região. Isso se traduz em benefícios que podem incluir:

  • Criação de empregos e riqueza
  • Fomento à comunidade empreendedora
  • Comercialização de tecnologia
  • Diversificação da economia local
  • Construção ou aceleração do crescimento de indústrias locais
  • Criação e retenção de negócios
  • Revitalização da comunidade

Em muitos países, programas de incubação são financiados pelo governo como parte de uma estratégia de desenvolvimento econômico. No país berço desse conceito – nos Estados Unidos -, a maior parte dos programas são, no entanto, independentes. Até órgãos governamentais, como o US Economic Development Administration, que financia programas de incubação, só o faz até a abertura e início da operação, que dai em diante adquire autonomia.

Processos de incubação

As incubadoras normalmente oferecem um conjunto de serviços básicos aos incubados.

  • Ajuda com a modelagem básica do negócio
  • Acesso à internet
  • Ajuda com contabilidade
  • Acesso a empréstimo bancários, fundos de empréstimo e programas de garantia
  • Acesso a parceiros estratégicos
  • Conselhos consultivos e mentoria
  • Ajuda na identificação do time
  • Ajuda no cumprimento das normas
  • Instalações
  • Instrutora de Produção
  • Acompanhamento da Produção
  • Engenharia (Métodos & Processos)
  • Níveis de Qualidade (NQA)
  • Gestão financeira
  • Compra de máquina e equipamentos
  • Fornecedores de tecnologia

Diferentemente de muitos programas de assistência de negócios, incubadoras de empresas não servem para todo tipo de empresa. Empreendedores que desejam entrar em programas de incubação devem aplicar para admissão. Os critérios de aceitação que variam de programa para programa, mas geralmente apenas aqueles com ideias e planos de negócios viáveis são admitidos. Este é um dos fatores responsáveis pela dificuldade de comparar as taxas de sucesso de empresas incubadas em relação às estatísticas de sobrevida geral de negócios.

Embora a maioria das incubadoras ofereça a seus clientes espaços para escritório e serviços administrativos compartilhados, o coração de um verdadeiro programa de incubação de negócios são os serviços prestados a empresas nascentes.

O tempo que uma empresa passa no programa de incubação pode variar bastante dependendo de alguns fatores, isso inclui o tipo do negócio e o nível de expertise do empreendedor. Empresas que necessitam de longos ciclos de pesquisa e desenvolvimento requerem mais tempo de incubação a empresas de prestadoras de serviço ou de fabricação, que imediatamente podem produzir e colocar produtos ou serviços no mercado. Na média, os programas de incubação duram cerca de trinta e três meses, mas nada impede que essa duração seja estendida até que os objetivos sejam alcançados. Muitos programas, no entanto, delimitam o tempo de incubação baseados no desenvolvimento da empresa, o que pode ser identificado através do faturamento ou do nível de evolução dos empreendedores.

Os programas de incubação abrangem uma grande variedade de setores de serviços e negócios. Mais da metade dos negócios incubados são normalmente projetos multiárea; isso é, voltados para clientes de diferentes indústrias.

Que benefícios as incubadoras oferecem aos empreendedores?

Ao oferecer suporte ao empreendedor, a incubadora possibilita que o seu empreendimento tenha mais chances de ser bem sucedido. Além de condições favoráveis de infraestrutura e capacitação dos empreendedores, as empresas – pelo fato de estarem em um espaço onde há várias empreendimentos inovadores do mesmo porte – contam com inúmeras conexões, que favorecem o crescimento do negócio e o acesso ao mercado.

No caso das empresas de base tecnológica, os empreendedores têm, ainda, oportunidade de acesso a universidades e instituições de Pesquisa e Desenvolvimento, com as quais muitas incubadoras mantêm vínculo. Isso ajuda a reduzir custos e riscos do processo de inovação, pois permite o acesso a laboratórios e equipamentos que exigiriam investimento elevado.
Parcerias

Um dos fatores de sucesso para a criação e desenvolvimento de uma incubadora está no envolvimento e comprometimento de vários parceiros, tais como:

  • Universidades;
  • Prefeituras Municipais;
  • Associações Empresariais;
  • Escolas Técnicas;
  • Institutos de Pesquisas;
  • Secretárias Estaduais;
  • Agências de Desenvolvimento;
  • Agências de Fomento;
  • Centros Tecnológicos;
  • Bancos de Desenvolvimento; e
  • Investidores

Enquanto espaço de difusão e conhecimento a implantação de uma incubadora deve observar a vocação regional e as cadeias produtivas com deficiência em alguns de seus elos, que limitam a competitividade do segmento.
O SEBRAE apoia estas organizações e as empresas incubadas diretamente pelo lançamento de editais, participação nos conselhos técnicos, análises de planos de negócios, avaliação das empresas. Também fornece apoio para a constituição e consolidação disponibilizando treinamentos, consultorias, participações em feiras para empresas das incubadoras e estabelece parcerias com as instituições de tecnologia.

Para maiores informações sobre Incubadoras acesse: http://1drv.ms/1diUegU

M&M – Assessoria Técnica para Confecções
Soluções em Inovação & Tecnologia para Automação de Processos
Ideias, Trabalho & Ação
Milton Saraiva Mota
Consultor de “chão de fábrica”
55 85 8752 4797 – What’sApp – Tel: 55 64 98431 4716
mmtec@hotmail.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s